I m A g E m

I m A g E m
O Velho do Espelho

"Por acaso, surpreendo-me no espelho:
quem é esse que me olha e é
tão mais velho do que eu?
Porém, seu rosto...é cada vez menos estranho...
Meu Deus,Meu Deus...Parece meu velho pai -
que já morreu"! (Mario Quintana)

P E S Q U I S A

domingo, 9 de junho de 2013

Mar Portugues

O grupo Contrabando interpreta o tema "Mar Português", de um poema homónimo de Fernando Pessoa. Este tema faz parte do segundo álbum deste grupo intitulado "coisas do ser e do mar" (2008) e é uma composição original do seu guitarrista, Henrique Lopes, na voz de Nuno Cabrita. Fernando Pessoa é um poeta referencial na obra deste grupo de música. O grupo, cujo primeiro álbum, "Fresta", foi editado em 2000, conta também com interpretações de outros importantes autores da língua portuguesa, o que, aliás, define a ideia deste projecto musical, como sejam, Agostinho da Silva, Branquinho da Fonseca, Ary dos Santos ou José Gomes Ferreira.




MAR PORTUGUÊS

Ó mar salgado,
quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena?
Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
 Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

 www.youtube.com/watch?v=c7414ciO1Hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário