I m A g E m

I m A g E m

O velho do espelho

"Por acaso, surpreendo-me no espelho:
quem é esse que me olha e é
tão mais velho do que eu?
Porém, seu rosto...é cada vez menos estranho...
Meu Deus,Meu Deus...Parece meu velho pai -
que já morreu"! (Mario Quintana)

P E S Q U I S A

segunda-feira, 12 de março de 2007

01. Um brinde para um Andrade

 

Hoje voltei a rascunhar idéias e pensamentos como fazia lá pelos treze ou quatorze anos. Naquela época tratava-se de um diário escrito num caderno velho e muito bem escondido. Achava que era preciso protegê-lo porque muita gente interessava-se pelo seu conteúdo.

Hoje ao teclar direto na tela do computador, sinto que passou o tempo e mudou a tecnologia, só não mudou essa minha fixação de que alguém queira ler essa 'bela porcaria'...

Optei por transformar o blog pessoal num blog de História, de um acadêmico de história tão entusiasmado, quanto temporão. Mas não história geral, um blog de história voltado e focado para o Rio Grande e o Sul da América Latina. Um blog que fala desse chão e de sua ocupação, de quem veio para cá ocupá-la, de quem já estava aqui e de quem nasceu e morreu aqui...um blog sobre a história da História...

O blog foi evoluindo e mudando. Mas acho, sinceramente, que ele vem vem melhorando a cada mudança. Tal qual o vinho vai se aprimorando à medida que o tempo passa e - se não virar vinagre - vai transformar-se em algo muito bonito.

Pois então ... Está relançado, levantem as taças, podem brindar. Quebrem a champanhe no casco e ajudem a baixar esse navio ao mar.

Que se vá, sem naufragar, que possa navegar por muito tempo recolhendo as garrafas de mensagens que eu mesmo, ao longo desses muitos anos, fui jogando ao mar. Que se vá, que navegue calmamente. Eu fico aqui no cais com um lenço branco acenando para minhas emoções. Elas partem só, mas carregadas de felicidade, porque tinha alguém acenando.


Novo Hamburgo aos doze de março de 2007

Gilnei Andrade

Um comentário:

  1. Eu brindo um Andrade!!!
    Brindo esse Andrade curioso, que busca o conhecimento cada vez mais...brindo esse Andrade que está na sua busca pela compreensão...brindo esse Andrade, acadêmico entuasiasta....
    Brindo a você, assim como teu blog e o vinho que aprimoram com o tempo, você também evolui a cada dia...
    Brindo a você Andrade e espero estar no teu barco pelos mares de nossas vidas, sem deixar que naufraguemos, mesmo que eu esteja apenas no cais te acenando...

    ResponderExcluir